Controle financeiro: da importância à aplicação na gestão de clínicas

Uma clínica médica, assim como qualquer empreendimento, exige um controle financeiro apurado para que o faturamento seja rentável. Investir, administrar, movimentar e aplicar o dinheiro corretamente pode não ser uma tarefa fácil em uma clínica, independentemente de seu porte. Neste texto, falaremos da importância do controle financeiro e sua aplicação na gestão da clínica. Confira!

Clínica como negócio

Uma clínica médica é uma empresa. A única peculiaridade é o objeto do negócio: a saúde. Ou seja, há salários a pagar, dívidas para arcar, tributos a se coletar. Existem ainda despesas com equipamentos, imóveis e outros bens, entre outras saídas de dinheiro. A entrada dos recursos também pode vir de várias fontes: pagamento individual de pacientes ou das várias operadoras de planos de saúde pelos quais o estabelecimento atende.

Com toda essa quantidade de dinheiro a pagar/receber de tantos lugares, pode ser fácil se confundir, perder prazos e realizar investimentos maléficos para a empresa. Veja alguns exemplos de problemas com dinheiro que são mais comuns do que você imagina:

Atrasar um salário dá multa e processo trabalhista. Atrasar uma dívida gera juros. Não pagar impostos dá multa e outras sanções. Não comprar equipamentos e outros insumos no tempo certo pode inviabilizar o funcionamento da clínica. Investir em um estacionamento novo, mas sem o dinheiro suficiente, pode comprometer o faturamento da clínica, entre outros problemas.

Administração financeira de qualidade

No quesito finanças, as análises e dados precisam ser extremamente precisos. Informações equivocadas, ausentes ou desencontradas podem resultar em decisões erradas tomadas pela administração da clínica no uso do dinheiro. Por isso, amadorismo ou falta de atenção à gestão financeira não são uma opção.

Ainda há clínicas em que a gestão financeira é feita de forma manual, pouco informatizada e, em alguns casos, quase intuitiva, sem cálculos precisos e decisões estratégicas bem fundamentadas. Afinal, um profissional pode ser um ótimo médico, mas um administrador nem tão talentoso assim.

Por isso, a tecnologia precisa ser uma aliada no gerenciamento financeiro da sua clínica. Nada de usar papel ou apenas planilhas do Office. É preciso utilizar um software de gestão para clínicas, especialmente um que tenha sido construído exatamente para atender às demandas e características de um negócio em saúde suplementar.

Este software como serviço (Saas) é capaz de receber, sistematizar, organizar e disponibilizar os dados da gestão financeira da clínica de forma simplificada e precisa, facilitando muito as análises sobre a saúde econômica do negócio, prazos, valores e tendências.

Aplicar o controle financeiro à rotina da clínica

Controle financeiro não é algo apenas para o final do mês. Ele deve ser exercido diariamente, deve estar nas rotinas e no dia a dia do estabelecimento em todos os seus setores. Por isso, o software de gestão para clínica é hospedado na nuvem, permitindo que os responsáveis por gerir o financeiro da clínica acessem os dados onde estiverem e em qualquer dispositivo.

Envie um formulário de contato para a nossa empresa e conheça a solução Xapp MD para sua clínica. Você pode experimentar o software gratuitamente por 15 dias! Acesse http://xapp.med.br/